quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Brasil é vice-campeão mundial em dificuldade de encontrar talentos

Postado por Erick Cotta
A falta de profissionais experientes nas áreas de finanças e contabilidade tem afetado empresas em todo o mundo, de acordo com o segundo relatório anual Robert Half Global Financial Employment Monitor. Pelo segundo ano consecutivo, mais da metade, o percentual de 56% dos gerentes de finanças e RH ouvidos na pesquisa relataram dificuldade em encontrar candidatos qualificados.

No Brasil, essa preocupação é ainda maior: 82% das empresas têm dificuldade em contratar. Esse número coloca o país em segundo lugar no ranking mundial, perdendo apenas para Hong Kong, que tem índice de 89%.

O relatório também mostra que a preocupação em reter talentos cresceu significativamente no último ano: 58% dos entrevistados em todo o mundo e 82% no Brasil se mostraram preocupados em perder seus executivos de alto nível para outras empresas.
"Os resultados do relatório deste ano refletem os desafios que gerentes em todo o mundo enfrentam para contratar e reter profissionais altamente qualificados nas áreas de finanças e contabilidade", diz Greg Scileppi, diretor de operações internacionais da Robert Half International.

O diretor geral da Robert Half no Brasil, Ricardo Bevilacqua, complementa: "Os altos índices do Brasil, país inédito no estudo, só nos confirma essa demanda, e está bem alinhado com o que nossos clientes têm nos passado no dia-a-dia”. Complementa o diretor geral da Robert Half no Brasil, Ricardo Bevilacqua.

O relatório indica que empregadores em todo o mundo estão gastando tempo e esforços significativos entrevistando candidatos em um esforço para conseguir sucesso na hora de contratar. Os participantes da pesquisa disseram que aguardam uma média de três entrevistas por candidato antes de preencher posições de média gerência. No ano passado, a média era de duas entrevistas. Empregadores também disseram usar profissionais temporários mais freqüentemente, e de níveis mais altos, do que nos últimos três anos.

O estudo foi desenvolvido pela Robert Half International, a primeira e maior empresa especializada em recrutamento no mundo, e conduzida por uma empresa independente de pesquisa. O documento inclui respostas de mais de 4 mil gerentes de finanças e RH em 20 países. É a primeira vez que o Brasil é incluído no levantamento – no país, 149 empresas responderam à pesquisa. A margem de erro é de 1,5%, para mais ou para menos, e os resultados tem índice de acerto de 95%.

Fonte: Administradores.com.br
Leia também:

Comente!!

Postar um comentário

Observe estes pontos antes de fazer seu comentário

- Comentários com ofensas pessoais serão excluídos;
- Comentários Anônimos serão moderados;
- Informações feitas nos comentários não são de responsabilidade do autor deste Blog.